ÚLTIMO POEMA DO ANO

 

Suspiros ecoam em dor

Desilusões espalhadas no ar

Buscas sem conquistas

Caminho revela seus fracassos

 

O carinho lhe foi negado

A ajuda lhe foi negada

Restou-lhe um abraço falso

Mergulhou na escuridão

 

Seres despedaçados

Presos na solidão

Sufocados pelo desprezo

Desistem... Libertam o olhar no vazio

 

O último poema do ano é apenas escuridão

É apenas um olhar naufragado em dor

É apenas SOLIDÃO...


Copyright © 2018 - Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro - Reprodução Proibida

LIVROS DA AUTORA

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.