METAMORFOSE

O corpo livre despede-se

Sua trajetória nas asas de borboletas

Voa em busca de um novo destino, sentido...

 

Borboletas multicoloridas levam um pouco dela

Pelos lugares que desejou estar, mas não esteve

Desfazendo-se, refaz-se, liberta-se.

 

Espalhando seu lindo sorriso por outros jardins

No pólen germina a esperança que a ela pertencia

Sua alegria de viver multiplica-se no bater das asas.

 

Solidão abraçará quem dela saudade sente

O tempo apagará as lembranças

Silenciará sua gargalhada em um último momento.

 

Mas àquele que a amou sempre haverá uma rosa

À espera do pouso das borboletas

Que ao baterem as asas espalharão sua essência...

Copyright © 2015 - Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro - Reprodução Proibida

LIVROS DA AUTORA

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.